Graças aos filtros do Google Analytics podemos personalizar os nossos relatórios de forma que incluam apenas as informações que realmente desejamos. Vamos supor que queremos medir o comportamento de um site que está publicado em vários idiomas, criando uma conta do google Analytics e colocando o código em todas as páginas, podemos ver o funcionamento global de todo o site, se em um dado momento, começamos a fazer campanhas de marketing on-line orientadas para um determinado país pode ser que nos interessa medir em um perfil como se comportam somente as páginas de um dos idiomas.

Filtro tráfego para um subdirectório. Se a estrutura do site está organizado por pastas e em cada uma delas há um idioma diferente a solução é simples, criamos um dos filtros pré-programados pelo google Analytics, nomeadamente o filtro do tipo: Basta incluir o tráfego para um subdiretório, indicando o nome do diretório ou pasta onde estão armazenadas as páginas desse idioma, fixar-se no gráfico que é muito importante para o correto funcionamento do filtro não apagar o caractere “^” que se encontra no início da expressão. Aplicamos o filtro ao perfil que queremos e somente aparecerão nele os dados das páginas do site, que estão localizados na pasta do idioma selecionado.

Agora, o que acontece se o site não está estruturado dessa maneira, mas as páginas estão misturadas umas com as outras e não existe um padrão possível que identifique as páginas de cada um dos idiomas?

filtro personalizado no Google AnalyticsDa melhor maneira possível para criar um perfil do google Analytics que inclua as páginas de um determinado idioma é fazer uma lista com os nomes de todas elas e criar um filtro personalizado que indique ao Google Analytics que inclua somente esses sites na hora de criar o relatório do perfil que você aplicar o filtro. Criaremos, em primeiro lugar, o filtro de tipo personalizado e selecione a opção “Incluir”, cmoo campo ao aplicar o filtro, selecione “Solicitar URI”, lembre-se que o Google Analytics guarda no campo Solicitar URI a URL da página a menos, o nome do host (domínio), isto é: se a URL da página é http://www.overalia.com/auditoria_web_posicionamiento.php para o Google Analytics Solicitar URI é: auditoria_web_posicionamiento.php, vamos supor que nossas páginas em inglês são as seguintes:
/aviso-importante-en.php
/contact-empresa.php
/adornments.php
/angles.php
/doorknobs.php
/grids.php
/knockers.php
/nails.php

A única coisa que têm em comum essas páginas que começam por “/” e terminam com “.php”, se pensásemos em como lhe diríamos de alguém que incluísse essas páginas em um relatório, a forma seria: Ouve, inclúyeme /aviso-importante-en.php o /contact-empresa.php o /adornmements.php etc.. Cuidado que não dizemos “e” mas que dizemos “ou” já que nos ineresan os que entram em “uma ou outra”, não em “um e outro”. Pois bem, o Google Analytics você tem que dizer exatamente o mesmo, mas em sua linguagem e para o “ou” é o símbolo “|”, por isso na caixa padrão do filtro colocaremos o seguinte:
/aviso-importante-en.php//contact-empresa.php//adornments.php//angles.php|
/doorknobs.php//grids.php//knockers.php//nails.php

Se queremos salvar “.php” e “/” que têm em comum todas as páginas, podemos escrever o seguinte para agrupá-los:
/(aviso-importante-em|contact-empresa|adornments|angles|doorknobs|grids|knockers|/nails)\.php

Entre parênteses colocamos as partes que não coincidem e o Google Analytics irá recompor a expressão de forma que a deixará como a que vimos anteriormente, por ser uma expressão regular devemos colocar “\” antes do ponto para que o Google Analytics não o tome como um caractere especial.

Você vai gostar