Recentemente foram realizados em nosso meio, dois eventos-chave do setor industrial: a jornada Portuguese Industry 4.0 e o IV congresso de marketing digital para empresas industriais Indusmedia. Como empresa de marketing especializada no setor industrial, estivemos presentes em ambos os eventos.

Overalia em Basque Indústria 4.0em 15 de outubro realizou-se em Bilbau a um dos eventos do setor industrial mais relevantes em Euskadi: Portuguese Industry 4.0, jornada promovida pela SPRINGFIELD para falar sobre a chamada quarta revolução industrial, que foi batizada como “Fábrica inteligente” ou “Indústria 4.0“. Overalia esteve presente na área expositiva deste congresso para expor as vantagens da Internet para gerar contatos de negócios em todo o mundo.

Na jornada Portuguese Industry 4.0 foram apresentadas e analisadas as principais tendências que vão potenciar a fabrica 4.0. Foi um fórum em que as principais empresas do setor compartilharam suas experiências e analisaram tendências e estratégias. Além disso, cabe destacar a apresentação de Wolfgang Wahlster, um dos especialistas na matéria, com o maior reconhecimento e experiência a nível mundial, que ressaltou o potencial do País como a indústria pioneira na matéria.

A página web da SPRINGFIELD, pegue um resumo completo do dia com vídeos das palestras do Basque Indústria 4.0

E o marketing online?

Se bem Euskadi, e especialmente Gipuzkoa, contam com um setor industrial muito forte, muitas destas empresas têm ainda uma “inacabada”. Neste sentido, vale lembrar o estudo realizado Overalia junto a ADEGI em torno da visibilidade online das empresas, que as dados pouco halagüeños: são poucas as empresas industriais que realizam uma forte aposta para ter visibilidade na Internet para captar contatos comerciais a nível internacional.

Exatamente esse é o objetivo de Indusmedia: favorecer o intercâmbio de experiências e conhecimento sobre o marketing online em empresas industriais com o fim de que estas possam tirar o máximo proveito da sua presença na Internet. No dia 21 de outubro realizou-se a sua IV edição.

Ao longo da manhã especialistas em marketing explicaram por que é importante que as empresas do setor industrial invistam no mundo online.

O dia começou com a palestra de José Ignacio Esnaola, diretor da agência de publicidade Publis, que destacou a necessidade de uma visão abrangente de gestão de marcas. E explicou que o fato de que um produto seja muito técnico, não é um problema para a Internet; neste sentido, expôs o exemplo de um cliente de Overalia que vendeu uma máquina de mais de cinco zeros de preço no estrangeiro sem ter presença no país e conseguindo o contato através da Internet.

Ester Checa, diretora do departamento de SEO em T2O media, explicou por que é importante gerir a reputação online a migrar para empresas B2B.

Iñaki Lakarra, coordenador de Garaia Ele Digitala, falou sobre o que levar em conta uma empresa na hora de embarcar em um projeto web, já que muitas empresas recorrem a um fornecedor “para fazer um site”, sem ter claros aspectos tão importantes como o seu público-alvo ou que querem obter através da web.

Gemma Monteiro, co-fundadora e CEO da Arte de Medir, centrou-se na análise da web e a importância da análise qualitativa dos dados.

Depois, os palestrantes participaram de uma mesa-redonda moderada por Guilherme Vilarroig, diretor de Overalia. Uma das principais conclusões é que, se bem que se estão a dar alguns passos, o setor industrial ainda resta muito por fazer.

Mesa redonda sobre marketing industrial

Iñaki Lakarra, Jose Ignacio Esnaola, Guilherme Vilarroig e Gemma Muñoz na mesa redonda. Foto de Jesus Lizarraga, na conta de Flickr de Indusmedia.

Embora a importância da integração parece algo óbvio, as pessoas não o faz. Neste sentido, é necessário atualizar a política comercial das marcas, com base em uma estratégia integral.

Por outro lado, no caso de empresas que vêem possibilidades comerciais na web, um dos erros mais comuns é a falta de objetivos claros. Muitas empresas recorrem a um provedor web, sem saber o que querem obter. Não enxergam além do “eu quero um site”.

Além disso, é importante destacar que se trata de um trabalho constante, que não termina depois de publicar a web. Medir resultados, interpretar dados, aplicar melhorias e ir além da web , são alguns pontos indispensáveis para o sucesso.

*Imagem da mesa redonda da conta de Flickr de Indusmedia. Autor: Jesus Lizarraga, de Mondragon Unibertsitatea.

Casos práticos

À tarde, vários responsáveis de empresas industriais (Larzep, Indústrias Ugatu, Oficinas Mendizabal e Estanda) mostraram os projetos online que têm levado a cabo em suas empresas e os resultados obtidos. Entre eles Alfonso Eles, de Fundições Estanda, cliente de Overalia.

Em uma primeira fase, a principal preocupação de Estanda era de que a página web tinha ficado tão ultrapassada que pese sua imagem, mas dentro da empresa acreditavam que a Internet não ia ajudar a vender mais. No entanto, depois de várias sessões de trabalho com Overalia, chegaram a uma reflexão comercial e apostaram ampliar os canais comerciais ao mundo online.

Só na primeira fase, através da definição de uma estratégia clara para a sua nova página web, Estanda obteve os seguintes resultados:

  • + 112% de aumento de visitas
  • + 95% de aumento de visitas de buscadores
  • + 82% de aumento da duração média das visitas

A segunda fase já está marcada, com o objetivo de integrar a estratégia on-line com os canais comerciais para reforçar a sua internacionalização (atualmente, Estanda vendido em 80 países e o objetivo é chegar a muitos mais, graças à Internet).

(Para mais informações sobre marketing online no sector industrial e outros casos de sucesso de Overalia, em overindustry.com).

Você vai gostar